University of the People no Brasil

Amanhã começa o período 1 de 2017 na University of the People (ou UoPeople para os mais chegados). Será meu sexto período desde que comecei a cursar Ciência da Computação em junho de 2016. Com 18 pontos de crédito ainda sou considerado “calouro” de acordo com o catálogo da universidade. O caminho para percorrer ainda é longo.

Desde que comecei o curso me chamou atenção a baixa quantidade de estudantes brasileiros envolvidos e o interesse estável no Brasil. De 2016 para cá vi pouca diferença nas comunidades internas da faculdade e no grupo de estudantes no Facebook. As matérias sobre a universidade em português são raras e a maioria é de mais de ano. Acredito que o inglês seja uma barreira para muitos, mesmo assim temos um potencial muito maior de envolvimento considerando nossas dimensões e população.

Essa é a segunda tentativa que faço de criar um blog pessoal para compartilhar meus estudos, discutir assuntos de aula e do mercado e estimular a comunidade de estudantes brasileiros em cursar uma faculdade à distância no exterior. Com um pouco mais de ambição espero que esse espaço se torne um dos muitos agregadores de discussões e projetos. Não faz sentido cursar uma universidade sem motivo, sem uma razão construtiva. Que esse espaço sirva de catalizador para mim e para colegas na longa e árdua jornada do estudo superior online à distância.

É comum começarmos projetos cheios de ideias, estrutura, pré-requisitos e afins. Sinceramente minha experiência passada mostrou que excesso de planejamento paralisa. Meu objetivo desta vez é manter as coisas simples, atualizar diariamente e fazer melhorias aos poucos. O primeiro passo é importante, porém constância é essencial.

Bem-vindos!

Para saber mais sobre a universidade recomendo os links abaixo:

University of the People – http://www.uopeople.edu/

Grupo de Estudantes da UoPeople no FacebookLink