University of the People no Brasil

Amanhã começa o período 1 de 2017 na University of the People (ou UoPeople para os mais chegados). Será meu sexto período desde que comecei a cursar Ciência da Computação em junho de 2016. Com 18 pontos de crédito ainda sou considerado “calouro” de acordo com o catálogo da universidade. O caminho para percorrer ainda é longo.

Desde que comecei o curso me chamou atenção a baixa quantidade de estudantes brasileiros envolvidos e o interesse estável no Brasil. De 2016 para cá vi pouca diferença nas comunidades internas da faculdade e no grupo de estudantes no Facebook. As matérias sobre a universidade em português são raras e a maioria é de mais de ano. Acredito que o inglês seja uma barreira para muitos, mesmo assim temos um potencial muito maior de envolvimento considerando nossas dimensões e população.

Essa é a segunda tentativa que faço de criar um blog pessoal para compartilhar meus estudos, discutir assuntos de aula e do mercado e estimular a comunidade de estudantes brasileiros em cursar uma faculdade à distância no exterior. Com um pouco mais de ambição espero que esse espaço se torne um dos muitos agregadores de discussões e projetos. Não faz sentido cursar uma universidade sem motivo, sem uma razão construtiva. Que esse espaço sirva de catalizador para mim e para colegas na longa e árdua jornada do estudo superior online à distância.

É comum começarmos projetos cheios de ideias, estrutura, pré-requisitos e afins. Sinceramente minha experiência passada mostrou que excesso de planejamento paralisa. Meu objetivo desta vez é manter as coisas simples, atualizar diariamente e fazer melhorias aos poucos. O primeiro passo é importante, porém constância é essencial.

Bem-vindos!

Para saber mais sobre a universidade recomendo os links abaixo:

University of the People – http://www.uopeople.edu/

Grupo de Estudantes da UoPeople no FacebookLink

2 thoughts on “University of the People no Brasil

  1. E. N. says:

    Seu blog é uma das poucas fontes de informação sobre a UoPeople pela perspectiva de um brasileiro. E é muito importante que exista essa alternativa, pois sabemos que a educação no Brasil é dividida entre ‘gratuita e ruim’ (universidades públicas) ou ‘de alto custo e ruim’ (caso das privadas).

    No geral, você me recomenda a universidade? Estou perto de concluir meu curso (Ciencia da Computação) no Brasil, mas venho considerando transferir (ou até mesmo recomeçar) meu curso pra UoPeople por se tratar de um diploma internacional, possuir professores muito bem formados, e ainda sairia consideravelmente mais barato do que a faculdade que estudo agora. Sem falar na flexibilidade de horários e locais, seria ótimo não ter que precisar pegar o trânsito do fim da tarde todo dia só pra ir pra faculdade.

    Parabéns pelo blog e continue escrevendo!

    • Olá E.N.
      Peço desculpas pela demora na resposta. Hoje em dia a internet é feita basicamente de spam, então deixo os comentários bloqueados antes de aprovar. Vi o seu apenas agora!

      Fico feliz que o blog está servindo como referência. Isso definitivamente me motiva a escrever mais. Concordo completamente com a sua avaliação e divisão entre o cenário educacional brasileiro. Minha resposta, em resumo, é: sim, recomendo a universidade. Minha única questão é sobre se valerá a pena para você, que já está concluindo Ciência da Computação no Brasil. Pode ser que o esforço não seja tão interessante quanto seguir com uma pós ou mestrado.

      De resto, a flexibilidade é realmente excelente. A universidade, como qualquer outra, possui seus problemas, não vou negar. Mas posso dizer sinceramente que tenho aprendido e estudado muito. Muito mais do que quando fiz faculdade numa instituição tradicional brasileira. O ensino online como proposto pela UoPeople, abrangente, inclusivo, é realmente algo único. Não tem preço estudar e acompanhar as perspectivas de estudantes americanos, sírios, japoneses, vietnamitas, italianos, etc, tudo num único espaço. É um valor realmente difícil de mensurar.

      Sinta-se à vontade (se já não fez) de se juntar ao grupo de estudantes no Facebook e no Whatsapp. Lá você terá a chance de acompanhar e perguntar para outros estudantes.
      Abraço!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *